CURIOSEANDO SOBRE AS AGULHAS DE MÁQUINA

agulhas

A união de tecidos vai muito além do seu propósito, ela emenda junto o prazer, a união, os sonhos, a delicadeza, a beleza, enfim, poderia aqui elencar mais emendas, principalmente, as que fez em minha vida.

Quando conheci o mundo do patchwork, tudo buscando na internet, sempre me deparava com os ensinamentos de muitas pessoas, fiquei apaixonada pelo ensinamento da pessoa Ana Cosentino, e, pelo mundo do patchwork.

Aqui não vou entrar em detalhes sobre o PATCHWORK em si, afinal, já deve ter lido muita coisa sobre esse mundo de emoções. Na verdade acho um assunto bem interessante e que nos cursos que fiz, apenas em um tive esse conhecimento, por isso, resolvi partilhar com vocês, vamos lá….

Estou falando das agulhas para máquina, as quais, tem importância em nossos trabalhos. Falo sobre seus modelos….

agulha-quilt

Agulha para quilt – o tamanho ideal é a 90/14, tem uma identificação em cor azul e a parte superior é lilás, isso no modelo da Singer, e quanto a linha pode ser usada tanto a 100% algodão ou poliéster;

agulha-metalizada

Agulha para linha metalizada – ouço muitas pessoas falarem que não gostam de trabalhar com a linha metalizada porque arrebentam muito, talvez o problema esteja no uso da agulha correta, também da Singer e tamanho 90/14, tem a identificação azul e a parte superior não tem cor é o que diferencia da agulha para quilt, por ter seu orifício por onde passa a linha maior, isso faz com que a linha deslize sem pressão, assim, a linha não arrebenta com tanta facilidade, as linhas de viscose e cóton se adequam muito bem a esse tipo de agulha;

agulha-dupla

Agulha dupla – em três tamanhos de largura, serve tanto para costura em paralelas retas como em pontos decorativos, deixa o trabalho muito harmonioso;

agulha-asa

Agulha asa – conhecida também como agulha aba, o tamanho que deixa o trabalho bonito é a 120/19, usada especialmente para o ponto ajour, também pode ser trabalhada com pontos decorativos, vale muito fazer o teste caso sua máquina possua esses recursos;

agulha_comum

Agulha comum – nossa companheira de tantos trabalhos tem que fazer parte deste artigo, como possuem diversas numerações vou dizer para que o que uso cada uma…

  • Número 9 – uso para tecido finos, como seda e organza, por exemplo;
  • Número 11 – uso para o tecido 100% algodão;
  • Número 14 – uso, quando estruturo o tecido com manta, por exemplo;
  • Número 16 ou 18 – uso com tecido pesado, o jeans, por exemplo.

Espero que possa ajudar, principalmente, assim como eu, uma iniciante ao mundo mágico do patchwork.

E você? Tem alguma contribuição sobre o patchwork? Deixe nos comentários, vou adorar saber!!!!

Anúncios

Curioseando com RETALHOS

                        retalhos

Para quem trabalha com tecidos como eu, conviver com sobras de tecidos é uma grande realidade que fica todo amontado em um canto para depois ser destinado para alguma arte.

retalhos_1

Você também vive rodeadas de sobra de tecidos que guarda por muito tempo e depois joga fora, ou, que está sempre procurando o que fazer, deixo como dica organizar por tamanho e cores, desta maneira conseguira otimizar suas ideias.

Vamos lá aproveitar seus retalhos, segue algumas dicas:

  • Flores e laços – Variados modelos de flores podem surgir dos retalhos, o fuxico é uma possibilidade;
  • Peso de porta – Juntando os retalhos pode-se costurar qualquer forma para um peso de porta, que tal uma coruja toda colorida;
  • Aplicação – O patch apliquê é usado em muitas opções, roupas, pano de prato, bolsas, etc;
  • Sachê – Saquinhos feitos em diversos formatos, é uma ideia bem legal, principalmente, se quiser agradar seu cliente;
  • Almofadinha para alfinetes – Quem trabalha com tecido, sabe como os alfinetes são imprescindíveis, capriche no carinho;
  • Chaveirinho ou enfeites para decoração – Chaveirinho é uma outra ideia para brinde, e, como o Natal já está batendo a porta, fazer enfeites para a sua árvore é bem legal;
  • Marcador de páginas – Serve para livros, agendas e, quem tem o hábito de ler ou usa uma agenda, com certeza adora esse acessório;
  • Bolsas – Variados modelos de bolsas podem surgir dos retalhos, feitas com quadrados, tiras ou até mesmo de qualquer outra técnica;
  • Colcha – E aí, se anima a juntar todos os seus retalhos e criar uma linda colcha, até mesmo um, jogo americano;
  • Forrar botões – Pode criar uma característica em seus produtos;
  • e uma infinidade de possibilidades…..

crazy

Tenho que falar sobre uma técnica dentro do patchwork “que adoro”, o bloco crazy, tendo quem o ame ou odeie, é uma técnica que possibilita a criação de peças únicas e criadas a partir da própria imaginação. Ressalto, que com  a combinação de outras técnicas, como o Foundation, trabalhar com o crazy ampliou mais ainda as ideias.

 

VOCÊ FAZ BONECAS E BONECOS?

img_2215

Vejo o quanto está aumentando o números de artesãos que estão entrando no mercado das lindas bonecas e bonecos de pano e assim criando seus próprios modelos a partir das inúmeras técnicas existentes. Isto é sinal de que a busca pela tão linda boneca ou boneco de pano estão em alta, creio que muito pela necessidade do lúdico, daquilo que tivemos em nossa infância e que hoje se perdeu dando espaço pela tecnologia.

Claro que não sou contra a tecnologia, sinto a falta em ver crianças brincando. 

Resolvi escrever essa matéria porque estou sentindo que os pais, mesmo da geração adeptos a toda essa tecnologia, estão buscando aos seus filhos algo novo e lúdico que possa despertar interesses que com um celular ou tablet não poderiam vivenciar.

Hoje as bonecas  e bonecos têm várias características, é um encantamento que só faz aumentar a minha admiração por quem faz com tanto amor seres tão especiais.

bonecos

As bonecas  e bonecos de pano tem um valor além do que se pode imaginar, tem o poder interagir, participar, se tornar o melhor companheiro de uma criança, o lúdico nesta fase permite um desenvolvimento intelectual e emocional.

Saiba que produzir uma boneca ou boneco, traz ao artesão uma paz, uma alegria, um amor que não se pode medir, a quem adquiri esse precioso bem leva consigo tudo isso em forma de um pequeno ser.

Artesãos antenados tenho certeza que também realizam suas pesquisas para produzir suas lindas peças, e, passeando pela internet, vejo um grande aumento das bonecas e bonecos vestidos e calçados com peças feitas em tricô e crochê, usando vários tipos de acessórios, como aplicação em tecido, flores em tecido, bordados para enfeiar essas peças, estão de uma grande beleza.

bonecas_1

Que tal aplicar as técnicas que usa para criar a sua boneca ou boneco, colocando novos estilos de roupa, fugindo um pouco do tecido ou até misturando ambos. Você vai dizer, mas não sei crochê ou tricô, posso dar uma dica, que tal adquirir de terceiros, produz e sinta como reagirão seus clientes em relação a sua novidade, depois, se for viável você aprende ou faz parceria com alguém que produza.

E você? O que produz? Assim pode me ajudar num próximo post, compartilhe, vou adorar saber!