CRESCER!!!!

Olá ser de luz… Bom estar aqui….

Acho que hoje acordei meio nostálgica…. rsrsrsrs

roya-ann-miller-28639-unsplash.jpg
Foto de roya ann miller em Unsplash

Estive refletindo sobre a minha infância, o quanto era feliz, parei, pensei e descobri que as coisas, que mais me faziam feliz, eram tão simples, e porque  deixei isso fugir, acabar ou morrer… Porque me disseram que a vida de adulto tinha que ter muitas responsabilidades e não há tempo para as brincadeiras de criança…. Será que não?

Pensei, por que os adultos sofrem com depressão? Por que há tantas crianças diagnosticadas com depressão?

Falo por mim, depois do período em que estive com depressão, passei a observar mais a minha vida e descobri que escondi a criança que existe dentro de mim, tornando a minha vida pesada, simplesmente porque parei de fazer as coisas que me davam prazer, parei de me divertir com as responsabilidades que temos quando nos tornamos adultos, sim, porque quando somos crianças temos também as nossas responsabilidades, mas as tarefas de quando criança não nos são apresentadas como responsabilidades e nem são admiradas pelos adultos… Então crescemos e aprendemos que responsabilidade é um saco, e que “o não fazer, traz duras consequências”…. affff….

Então, o adulto se pega em uma depressão…. por quê? Porque deixou de fazer o que gosta, para viver os que os outros querem que viva, porque deletou a criança que existe dentro de si, para viver os padrões de uma sociedade, porque acreditou que ter é melhor que ser, porque simplesmente está vivendo dentro de uma redoma…. E quem pode mudar isso?, trazer a essência da criança de volta, trazer a simplicidade e o prazer de viver, VOCÊ….

Chegou o momento de você refletir sobre sua infância, vai lá, não tenha medo, busque por tudo aquilo que te dava prazer, que te fazia sorrir, que te trazia paz, alegria, diversão….. Ahhhh, eu me recordo como se estivesse vivendo, meus irmãos jogando basquete no vão da calha da chuva, jogando volei, brincando de escolinha tudo no quintal da casa de nossa mãe, lembro dos momentos que passávamos juntos jogando baralho, dadinho, ping-pong…. quantas lembranças…. E quanto, esse tempo me ensinou…

Você entende a importância disso tudo, isso vai te trazer para a sua realidade, ninguém está falando em mudar de profissão, talvez também seja necessário, mas o que quero dizer é que você precisa olhar para sua vida como o olhar daquela criança e encontrar prazer naquilo que está fazendo e assim descobrir o que realmente te faz bem, te dá prazer e alegria, te traz paz interior e a satisfação pelo que faz, quem sabe assim você descobre o quanto é prazeroso ser um adulto feliz.

 

aaina-sharma-323673-unsplash.jpg
Foto de Aaina Sharma no Unsplash

Ah! e as crianças… eu acho que elas estão crescendo dentro de paredes, não sentindo a vida, cheias de compromisso e sem tempo para serem elas mesmas…. culpa das transformações do mundo, não sei…

Beijinhos de luz

Mauren Ohara

E o que você faz para ser um adulto feliz? Deixe um comentário, vou adorar saber…

Anúncios

VOCÊ, E UM PASSO!

Olá ser de luz!!!! Bom ter você aqui comigo e sentir as boas energias….

Nesse mundo de corre corre, deixamos de prestar atenção nos detalhes, os quais as vezes escondem as razões pelas quais estamos caminhando rumo a uma depressão.

Não damos conta que muitas vezes trabalhamos por mais de 12 horas e temos a sensação de que nada fizemos, que levantamos com a energia ruim porque vamos para aquele emprego que não queremos, que não temos mais paciência para ouvir o outro tudo porque não temos mais paciência conosco, que bancamos a vítima.

jeremy-perkins-600227-unsplash
Foto de Jeremy Perkins no Unsplash

Do ano de 2011 para cá venho sofrendo uma evolução diária, todos os dias me permito aprender. Quando me dei conta, que a situação, as quais estava vivendo eram por consequências dos meus atos, quando parei de responsabilizar pessoas e situações por aquilo que estava acontecendo, comecei novamente a tomar as rédeas da minha vida, pude entender de fato o que me fazia mau e o que eu precisava fazer, percebi que não importava onde estava, porque ficava exatamente igual, o problema era eu.

Você pode fazer a terapia que for, buscar por qualquer ajuda nada te trará resultado se dentro de você faltar o desejo, a vontade, a necessidade de querer a transformação. Posso te oferecer uma pílula mágica, feita com água e açúcar, se você acreditar – tudo muda. O poder está dentro de cada um, na mente de cada um, no coração de cada um, na alma de cada um.

Só damos conta quando entendemos o que precisamos fazer, comece por não se culpar, não se julgar, busque entender que a sua situação hoje ela tem o propósito de trazer algum aprendizado, seja com situações ou pessoas, não importa. Comece a se observar, reflita e aja, o mais importante é se mover, é definir um plano e neste momento é importante você ter alguém para te apoiar, te direcionar e, um coach, um terapeuta, fazem muito bem esse papel, porque não te influenciam, apenas usam de mecanismos que vão auxiliar você a se ajudar.

044550_Detalhes
Permita-se a voar!!!

Quando atravessamos pela fase da depressão nossa primeira atitude é se isolar. Eu sei,  fiz o mesmo comigo, por isso, entendo o quanto o artesanato me ajudou, foram horas em que nenhum pensamento ou sentimento se apoderou de mim, foram momentos em que me permiti sonhar e sentir prazer, alívio, percebi que quanto mais eu costurava mais queria estar ali, o quanto estava me fazendo bem, notei que meus pensamentos começaram a ter novos focos e assim fui melhorando, percebi que as pessoas começaram a me dizer que eu estava bem, estava diferente e todas essas novas sensações foram mexendo com a minha auto estima e autoconfiança.

Fique bem, estou aqui para estar com você!

Tenho um grupo, no qual abordamos assuntos com a costura criativa, motivação e transformação mútua, vem comigo neste projeto de transformar vidas.

Te espero no panoEterapia!!!!

Deixe aqui nos comentários, em que posso ajudar você? Quero a cada novo dia estar mais perto de você….

Um beijo de luz em seu coração!!!!

Mauren Ohara

HÁ ALGUÉM AÍ???

Oiiiiii! Psiuuuuu!!!!! Alguém aí?????

peter-oswald-128886-unsplash.jpg
Foto de Peter Oswald no Unsplash

Quero falar com você, fala comigo!!!! Estou te procurando e quero muito te ajudar, você me permite?

Sei como é, também já passei por isso, foi a fase mais difícil da minha vida, me vi sozinha, abandonada e triste…. Bem na verdade isso é só uma pontinha do que sentimos quando estamos com DEPRESSÃO.

Vou contar um pouquinho da minha história para que entenda melhor…

Aprendi após chegar ao fundo do poço que somos nós, isso mesmo mesmo, NÓS que nos fechamos como ostras, que deixamos de sorrir e de sonhar e deixmos muito mais. Aprendi que o caminho sozinha é mais difícil e triste. Aprendi que os primeiros passos somos nós que temos que dar.

Estou aqui para te ajudar, VOCÊ quer?

Foi um período que muito li, e muito busquei para entender o que estava acontecendo comigo, afinal era uma pessoa alto astral, feliz, que tinha um emprego, uma família e tudo mais, e, por que estava assim? Uma coisa é certa nada é por acaso…

Custei a acreditar, que o diagnóstico era DEPRESSÃO. O buraco se abriu, e dia após dia fui caindo, caindo e para surpresa descobri uma gravidez. Aí despenquei!!!!

redd-angelo-61210.jpg
Foto por Redd Angelo em Unsplash

Cada dia mais sozinha, mais triste e tendo por companhia minhas lágrimas assim fiquei por alguns anos….

Fui chamada de louca, que eu tinha que me tratar e eu nada podia fazer pq estava grávida e sabia que nem medicamentos poderia tomar….

Atravessei todo período de gestação e também pós parto assim, passei então a fingir uma felicidade que não existia, para que as pessoas não me julgassem, então ouvia nossa como você está bem, e por dentro só eu sabia o esforço que fazia para para sorrir quando alguém aparecia, queria mesmo era estar sozinha e quieta.

Minhas companhias agora eram as minhas lágrimas e meu pequeno Nikollas, comecei então a dizer para Deus, por que o Senhor deu a ele uma mãe assim, uma família assim, é apenas um bebê e não merece isso, e eu chorava todos os instantes.

O tempo passou, passou e cada dia percebia que estava ficando pior, comecei a me autoagredir, me autopunir, me autoculpar, caí de joelhos e implorei por socoroo, não queria mais viver e pedi para que Deus tirasse a minha vida, só que ao mesmo tempo estava ali um ser pequeno que precisava de mim, de alguém que dele cuidasse e que não tinha culpa do que estava acontecendo comigo, então o desespero tomou conta de mim e eu não enxergava mais nada, e totalmente sozinha, por quê? Porquê, não me abria. Nenhum familiar, nenhum amigo, ninguêm sabia o que eu via….

E sozinha eu fui vivendo um dia de cada vez, ou melhor sobrevivendo, até que….

Falarei sobre isso em outro post, afinal este já está longo….

Fala comigo!!!! Qual sua dor, sua necessidade? Deixe-me estar contigo, é só deixar nos comentários ou me envie um e-mail, te espero!!!

APENAS DESCUBRA-SE!

 

lili-popper-29472-unsplash.jpg
Foto de Lili Popper em Unsplash

Hoje as terapias alternativas vêm ganhando cada vez mais espaço nos tratamentos convencionais, aqueles feitos exclusivamente por medicação e até mesmo por pessoas que buscam novas fontes de equilíbrio.

Sabe-se que um fator externo acaba refletindo internamente e acaba por refletir externamente assim sucessivamente, como exemplo, podemos citar uma mãe que deseja dedicar-se mais a sua filha e por trabalhar horas, chega em casa tarde e muitas vezes sua filha já se encontra dormindo, esse cotidiano vai gerando uma angústia, uma tristeza, uma insatisfação e que por consequência traz consigo uma depressão.

Muitas pessoas relutam com esse fato, quando na verdade deveriam buscar por ajuda, falar com alguém sobre os sentimentos, as inquietações, seja com um amigo, familiar ou médico.

O que muito se quer é evitar os medicamentos. Só que hoje, muitos dos profissionais já oferecem outros tipos de terapias alternativas juntamente com o tratamento convencional.

Terapias como acupuntura, aromaterapia, musicoterapia, ioga, geoterapia, reike, e outras infinidades…, já estão sendo muito utilizadas e com bons resultados, assim como uma outra fonte de terapia que vem em uma crescente é o ARTESANATO, através das artes manuais, podemos expressar sentimentos, desenvolver a criatividade muitas vezes adormecida, conviver com outras pessoas e muito mais…

unsplash-logoThe Creative Exchange
Foto da Creative Exchange no Unsplash

Faça tudo por você, trace novos objetivos (novo projeto ou atividade nova), desenvolva a sua espiritualidade (não confunda com religião), tenha uma atitude de capacidade, e acredite que existe uma razão muito especial para você estar vivo e aproveite todos os seus momentos.

Beijos de luz no seu coração!!!!

Quer conversar? Coloque nos comentários o que deseja expressar!!!!

DA DEPRESSÃO AO ARTESANATO

depressao

A depressão é tratada por muito como uma fraqueza do ser humano, é como se a pessoa fosse totalmente culpada por estar vivendo esse dilema, e, como essa fase é solitária.

O que vejo é que quando se vive uma depressão, as pessoas mais próximas são as mais incompreensíveis, é necessário uma espiritualidade muito grande para ajudar uma pessoa no estado de depressão.

Nos casos em que apenas fui espectadora não tinha compreensão exata porque a depressão causava tanto estrago no íntimo daquele ser, percebi que um sentimento era o desencadeador de tamanho conflito a culpa.

poco

Ao viver uma depressão que teve início a quatro anos percebi que foi o mesmo sentimento de culpa que me levou ao fundo do poço, e, como a depressão é cruel, te causa agressões físicas e emocionais é um tombo que não se deseja levantar.

Situações foram ocorrendo e agravando esse estado, nossa é um vazio, um desespero, uma completa solidão, você é tratado como louca por pessoas que se espera o mínimo de respeito. Percebo que a depressão alcança vários níveis onde o uso do medicamento é totalmente aconselhável.

No meu caso, mesmo tendo sido tratado como louca, coisa que sabia perfeitamente que não era, busquei ajuda de outra forma, creio que dentro de mim existe uma espiritualidade, uma fé muito grande, porque foi DEUS e a Mãezinha do céu quem me socorriam nos momentos mais difíceis, visto que tinha um pequeno, um bebê para cuidar, e precisava de forças.

luz

Em um total desespero, em busca de uma luz, precisava fazer algo por mim, para mim, foi quando me deparei com uma máquina de costura, que já tinha e nunca havia usado, vi na costura um refúgio. Busquei alguém para aprender, me matriculei em uma escola de patchwork e pra minha surpresa ao sair com uma peça totalmente pronta vi que tinha potencial, logo veio um balde de água fria, não tinha mais como fazer o curso, não tinha quem ficasse com o meu pequeno.

Me mantive persistente, foi através da internet que continuei os meus conhecimentos e que me trouxeram aqui.

ajuda

O que posso dizer para quem se encontra em um estado de depressão, é que tenha fé, seja qual for a sua crença, isso é fundamental pra te dar um sentido e desejar sair deste estado, encontre algo que tenha prazer em fazer, desenhar, pintar, escrever, cantar, costurar, ocupe-se, se cerque de pessoas do bem.

Sei que a depressão será minha eterna companheira, só que hoje sei como lidar e não permito que atrapalhe a minha vida.

Deixo aqui minha eterna gratidão a DEUS, a MÃEZINHA DO CÉU e aos grupos de artesanato MAGIA DE PANO, COMEÇAR DO ZERO e ALUNAS DO FUNDAMENTO DO PATCHWORK.

E você? Como se sente? Se precisar de alguma ajuda, estou por aqui!